sábado, 12 de maio de 2012

Mais uma da Fórmula 1

Tivemos hoje o treino classificatório para a quinta etapa do Mundial de Fórmula 1, o Grande Prêmio de Barcelona e pelo o que pudemos ver a  categoria não perdeu a péssima mania de equivocar-se com decisões e interpretações do regulamento. No último trecho do treino Hamilton marcou um ótimo tempo com uma volta espetacular e assim cravou a pole, a 22ª de sua carreira. Entretanto, como o piloto não levou o carro até o parque  fechado, onde os comissários deveriam retirar uma amostra do combustível para análise. Ao que parece o inglês não teria combustível suficiente para  chegar ao local, com o minimo exigido pelo regulamento.

Assim sendo a organização resolveu punir o piloto e ele terá que largar na última colocação, pois é isso que reza o regulamento e portanto é isso que deve ser feito. Entretanto, outro fato ocorrido hoje na pista catalã, também chamou a atenção. O piloto Kartyklein  da HRT, fez no mesmo  trecho do treino um tempo abaixo do exigido pelo regulamento - estourou o limite de 107%, do tempo que havia dado a Hamilton a pole - com isso,  conforme o regulamento ele já estaria desclassificado da etapa em Barcelona.

Porém, a Fórmula 1 tirou da manga ou da cartola uma interpretação diferente e permitiu que o indiano  participe da corrida  na terra de Iniesta  e Companhia. A direção da categoria acolheu o recurso da equipe, que pedia que a conta  fosse feita sobre um outro tempo do piloto inglês, tempo esse que não desclassificaria o indiano,  com isso ele largará na última colocação, que seria  ocupada pelo punido Hamilton.

Não concordo com a existência desta regra absurda, todos os carros que marcam tempo, devem ter o direito de correr sim, chega a ser esdrúxulo levar a sério uma regra dessas, quem tem condição de pertencer ao  milionário circo da F1 tem que participar das etapas do campeonato e só por isso, não há razão para existir uma aberração  como essa. Mas já que ela  existe, tem que ser respeitada e cumprida, todavia, pelo o que pudemos ver, não foi dessa vez que a Fórmula 1 cumpriu suas próprias regras.

Esses fatos deixam aqui a importante dúvida: Por que as regras valem para a rica e tradicional McLaren, mas não vale para  a nanica HRT, será que ter dinheiro é motivo para punição na F1? Por que a HRT não aceita as regras e leva a sério a categoria? Fica aqui também um conselho para a equipe novata: Se não sabe brincar recolha os carrinhos e se retire. É lamentável que a tradicional prática do "dois pesos duas medidas"   acaba por manchar a categoria que se diz a elite do automobilismo mundial.

Um comentário:

  1. É tenso eein ;x

    Seguiindo aquii ;)


    http://galleriafeminina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir